home > edições anteriores> 2022

VIVADANÇA 2010

O VIVADANÇA International Festival holds its 14th edition from April 29th to May 9th 2021. Totalmente adaptado ao formato online e digital, o festival recebe espetáculos de diversas partes do mundo e apresenta um olhar especial sobre a videodança. A programação também destaca produções da dança contemporânea no continente africano, mostras virtuais de produção local e internacional, batalhas de breaks e MC’s, concurso de popping, ações formativas com oficinas e encontros para networking, além de lançar o podcast “Bahia Mundo” com profissionais da dança que se estabeleceram em outros países. Participam desta edição produções artísticas de 12 países: Brasil, Alemanha, França, Moçambique, Senegal, Espanha, Polônia, Togo, Namíbia, Camarões, Níger e Tanzânia. Toda a programação é aberta e gratuita para o Brasil, com exceção do espetáculo de abertura “Dancing at dusk – um momento com A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, que chega com exclusividade ao Brasil através do Goethe-Institut

2021 pieces

O VIVADANÇA International Festival holds its 14th edition from April 29th to May 9th 2021. Totalmente adaptado ao formato online e digital, o festival recebe espetáculos de diversas partes do mundo e apresenta um olhar especial sobre a videodança. A programação também destaca produções da dança contemporânea no continente africano, mostras virtuais de produção local e internacional, batalhas de breaks e MC’s, concurso de popping, ações formativas com oficinas e encontros para networking, além de lançar o podcast “Bahia Mundo” com profissionais da dança que se estabeleceram em outros países. Participam desta edição produções artísticas de 12 países: Brasil, Alemanha, França, Moçambique, Senegal, Espanha, Polônia, Togo, Namíbia, Camarões, Níger e Tanzânia. Toda a programação é aberta e gratuita para o Brasil, com exceção do espetáculo de abertura “Dancing at dusk – um momento com A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, que chega com exclusividade ao Brasil através do Goethe-Institut

3 Brothers

CV_Raphael Hillebrand

(Germany/Brazil)

Adupé Obaluaê

gil alves2

(Brazil)

The one who falls

celui3

(Brazil)

Cellule

899174

(Brazil)

Dancing at dusk

(Brazil)

Deus nos Acudi

DEUS NOS ACUDI @Mariano Silva

(Brazil)

She Poems

fear

(Brazil)

Malou & Dominique

malou-dominique-destaque

(Brazil)

Dance in Focus Showcase

maxresdefault

(Brazil)

Cervantes' Fiver Showcase

Frame Subterranea 1X1

(Brazil)

vivadança showcases

O VIVADANÇA International Festival holds its 14th edition from April 29th to May 9th 2021. Totalmente adaptado ao formato online e digital, o festival recebe espetáculos de diversas partes do mundo e apresenta um olhar especial sobre a videodança. A programação também destaca produções da dança contemporânea no continente africano, mostras virtuais de produção local e internacional, batalhas de breaks e MC’s, concurso de popping, ações formativas com oficinas e encontros para networking, além de lançar o podcast “Bahia Mundo” com profissionais da dança que se estabeleceram em outros países. Participam desta edição produções artísticas de 12 países: Brasil, Alemanha, França, Moçambique, Senegal, Espanha, Polônia, Togo, Namíbia, Camarões, Níger e Tanzânia. Toda a programação é aberta e gratuita para o Brasil, com exceção do espetáculo de abertura “Dancing at dusk – um momento com A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, que chega com exclusividade ao Brasil através do Goethe-Institut

Bahia Contemporary Dance Showcase

Desde 2014 a Mostra Baiana de Dança Contemporânea convida para sua programação espetáculos de criadores baianos colocando-os em contato com uma rede de conexões e parcerias internacionais. A ideia é visibilizar os conteúdos artísticos e construir uma ponte entre artistas, público e programadores de dança. Em 2021, ganha uma edição especial, em formato on-line, devido a uma nova rotina social trazida pela pandemia do covid-19convidando obras que foram criadas ou estreadas durante o isolamento social. Nessa edição a MBDC lança também, como ferramenta de difusão da dança baiana, um catálogo permanente com todas as obras apresentadas pela mostra ao longo da sua história. 

Curatorship: Cristina Castro and Thiago Cohen

Casa Aberta Showcase

Tradicional no VIVADANÇA, a Mostra Casa Mostra Casa Aberta acontece há 12 anos e celebra a diversidade da dança na Bahia, acolhendo diferentes formatos – solos, duos, trios, quartetos e grupos – com o objetivo de incentivar a profissionalização de artistas da dança na Bahia. Em 2021, a curadoria selecionou um conjunto de obras em formato de vídeo que fizeram parte do universo da Mostra Casa Aberta para apresentação de uma coletânea/playlist de vídeos de artistas que atravessaram as programações da Mostra nos últimos anos, representando a força e diversidade da dança.

 

Confira abaixo a lista de trabalhos artísticos que fizeram parte da seleção deste ano.

Batalhas do Hip Hop

Parte fundamental do VIVADANÇA, o Hip Hop se faz presente na edição online do festival. A batalha de break traz ao VIVADANÇA o universo das danças urbanas, em uma grande celebração do Movimento Hip Hop, que desde o ano passado conta também com a batalha de MC’s e de popping. Coordenado por Ananias Break e Thina Reis, o evento se adaptou ao formato online, que acolhe os competidores durante todo o período do festival. As batalhas serão na modalidade 1 vs 1 e os vídeos serão gravados e avaliados pelo júri convidado. Nesta edição do Hip Hop VIVADANÇA, participarão 8 duplas de B.Boys e B.Girls, além de 8 duplas de MC’s. A categoria popping não formará uma batalha, mas um concurso de performances com 10 selecionados para premiação. O evento também premia os três primeiros lugares das batalhas de break e de MC’s.

atividades paralelas

As ações formativas, características do VIVADANÇA, ganham muita força no online e incluem exchanges com profissionais brasileiros e estrangeiros, além de debates sobre o videodança e sobre as novas possibilidades para o campo profissional da dança durante e depois da pandemia. A tradicional rodada de negócios dá lugar a um movimento expandido de networking, reunindo profissionais e iniciativas públicas e privadas do Brasil e outros países que oferecem oportunidades para a dança. Um destaque são os encontros Conexão América Latina e Conexão África, que reúnem curadores de festivais de dança em diversos países dessas regiões, ansiosos por se conectar com o Brasil. Esta edição também contou com uma residência artística que atuou em colaboração com a equipe do hip hop.

Exchange

Desde 2014 a Mostra Baiana de Dança Contemporânea convida para sua programação espetáculos de criadores baianos colocando-os em contato com uma rede de conexões e parcerias internacionais. A ideia é visibilizar os conteúdos artísticos e construir uma ponte entre artistas, público e programadores de dança. Em 2021, ganha uma edição especial, em formato on-line, devido a uma nova rotina social trazida pela pandemia do covid-19convidando obras que foram criadas ou estreadas durante o isolamento social. Nessa edição a MBDC lança também, como ferramenta de difusão da dança baiana, um catálogo permanente com todas as obras apresentadas pela mostra ao longo da sua história. 

Curatorship: Cristina Castro and Thiago Cohen

Networking

Desde 2014 a Mostra Baiana de Dança Contemporânea convida para sua programação espetáculos de criadores baianos colocando-os em contato com uma rede de conexões e parcerias internacionais. A ideia é visibilizar os conteúdos artísticos e construir uma ponte entre artistas, público e programadores de dança. Em 2021, ganha uma edição especial, em formato on-line, devido a uma nova rotina social trazida pela pandemia do covid-19convidando obras que foram criadas ou estreadas durante o isolamento social. Nessa edição a MBDC lança também, como ferramenta de difusão da dança baiana, um catálogo permanente com todas as obras apresentadas pela mostra ao longo da sua história. 

Curatorship: Cristina Castro and Thiago Cohen

Residência

Desde 2014 a Mostra Baiana de Dança Contemporânea convida para sua programação espetáculos de criadores baianos colocando-os em contato com uma rede de conexões e parcerias internacionais. A ideia é visibilizar os conteúdos artísticos e construir uma ponte entre artistas, público e programadores de dança. Em 2021, ganha uma edição especial, em formato on-line, devido a uma nova rotina social trazida pela pandemia do covid-19convidando obras que foram criadas ou estreadas durante o isolamento social. Nessa edição a MBDC lança também, como ferramenta de difusão da dança baiana, um catálogo permanente com todas as obras apresentadas pela mostra ao longo da sua história. 

Curatorship: Cristina Castro and Thiago Cohen

Bahia Mundo podcast

Tradicional no VIVADANÇA, a Mostra Casa Mostra Casa Aberta acontece há 12 anos e celebra a diversidade da dança na Bahia, acolhendo diferentes formatos – solos, duos, trios, quartetos e grupos – com o objetivo de incentivar a profissionalização de artistas da dança na Bahia. Em 2021, a curadoria selecionou um conjunto de obras em formato de vídeo que fizeram parte do universo da Mostra Casa Aberta para apresentação de uma coletânea/playlist de vídeos de artistas que atravessaram as programações da Mostra nos últimos anos, representando a força e diversidade da dança.

 

Confira abaixo a lista de trabalhos artísticos que fizeram parte da seleção deste ano.

Cine Africa

Parte fundamental do VIVADANÇA, o Hip Hop se faz presente na edição online do festival. A batalha de break traz ao VIVADANÇA o universo das danças urbanas, em uma grande celebração do Movimento Hip Hop, que desde o ano passado conta também com a batalha de MC’s e de popping. Coordenado por Ananias Break e Thina Reis, o evento se adaptou ao formato online, que acolhe os competidores durante todo o período do festival. As batalhas serão na modalidade 1 vs 1 e os vídeos serão gravados e avaliados pelo júri convidado. Nesta edição do Hip Hop VIVADANÇA, participarão 8 duplas de B.Boys e B.Girls, além de 8 duplas de MC’s. A categoria popping não formará uma batalha, mas um concurso de performances com 10 selecionados para premiação. O evento também premia os três primeiros lugares das batalhas de break e de MC’s.

programa

lowcapa

As ações formativas, características do VIVADANÇA, ganham muita força no online e incluem exchanges com profissionais brasileiros e estrangeiros, além de debates sobre o videodança e sobre as novas possibilidades para o campo profissional da dança durante e depois da pandemia. A tradicional rodada de negócios dá lugar a um movimento expandido de networking, reunindo profissionais e iniciativas públicas e privadas do Brasil e outros países que oferecem oportunidades para a dança. Um destaque são os encontros Conexão América Latina e Conexão África, que reúnem curadores de festivais de dança em diversos países dessas regiões, ansiosos por se conectar com o Brasil. Esta edição também contou com uma residência artística que atuou em colaboração com a equipe do hip hop.

credits

As ações formativas, características do VIVADANÇA, ganham muita força no online e incluem exchanges com profissionais brasileiros e estrangeiros, além de debates sobre o videodança e sobre as novas possibilidades para o campo profissional da dança durante e depois da pandemia. A tradicional rodada de negócios dá lugar a um movimento expandido de networking, reunindo profissionais e iniciativas públicas e privadas do Brasil e outros países que oferecem oportunidades para a dança. Um destaque são os encontros Conexão América Latina e Conexão África, que reúnem curadores de festivais de dança em diversos países dessas regiões, ansiosos por se conectar com o Brasil. Esta edição também contou com uma residência artística que atuou em colaboração com a equipe do hip hop.

As ações formativas, características do VIVADANÇA, ganham muita força no online e incluem exchanges com profissionais brasileiros e estrangeiros, além de debates sobre o videodança e sobre as novas possibilidades para o campo profissional da dança durante e depois da pandemia. A tradicional rodada de negócios dá lugar a um movimento expandido de networking, reunindo profissionais e iniciativas públicas e privadas do Brasil e outros países que oferecem oportunidades para a dança. Um destaque são os encontros Conexão América Latina e Conexão África, que reúnem curadores de festivais de dança em diversos países dessas regiões, ansiosos por se conectar com o Brasil. Esta edição também contou com uma residência artística que atuou em colaboração com a equipe do hip hop.

LOGO VD22

O VIVADANÇA é um espaço de celebração da dança e da diversidade em movimento. Desde 2007, o festival coloca a Bahia na rota de eventos internacionais calendarizados, promovendo ricos diálogos e intercâmbios culturais.

logo-vivadanca-100px

VIVADANÇA is a place to celebrate dance and the diversity of movement. Throughout its 14 years of history, the festival has put Bahia on the spotlight as one of the main annual events in Brazil, promoting meaningful dialogues and cultural exchange.

regua-de-marcas-vivadanca1024_C

2021 – Vivadança International Festival