home > blog>Dupla de b.boys soteropolitana vence 14ª edição da Batalha de Break VIVADANÇA

 

Dupla de b.boys soteropolitana vence 14ª edição da Batalha de Break VIVADANÇA

Crédito: Labfoto

Em pleno domingo de Dia das Mães, 16 duplas, 8 da capital e 8 do Interior da Bahia, participaram da competição

 

Ananias Break, coordenador da Batalha de Break VIVADANÇA, deu as boas-vindas ao público que compareceu à edição 2022 do evento – já tradicional há 14 anos no Teatro Vila Velha – fazendo uma observação importante sobre a nomenclatura Breaking Dance; ao esclarecer que este nome é o título de um filme e ressaltou: “Nós dançamos Breaking!”. Aproveitou também para expressar a solidariedade do festival à dupla do município de Porções (BA) que não pôde participar, por falta de apoio para a viagem.

 

“A nossa proposta com a Batalha de Break edição Bahia é aproximar outros municípios que estão se organizando enquanto b.boys e b.girls e pessoas envolvidas com a dança Breaking e potencializar o cenário baiano a se mobilizar, em nível estadual, até porque o Breaking agora está nas olimpíadas”, explica Ananias.

 

Na sequência, a diretora-geral do VIVADANÇA Festival Internacional, Cristina Castro, saudou a comunidade Hip Hop, falando do histórico de 14 anos da Batalha e pontuando a retomada presencial do evento e da perspectiva das parcerias de intercâmbio com a cidade de Manaus, para 2023.

 

Em pleno domingo de Dia das Mães, quem abriu os trabalhos da Batalha foi a dupla soteropolitana B.boy Bob (Carlos William) e B.boy Augusto – Breakzas (José Augusto), que acabou vencendo em 1º lugar; o segundo ficou com Adriano da Silva e Philipe Estevão Silva Santos –  B.boy Garfieldz e B.boy Sabotage (Estilo Brasil); e o terceiro com Valdemar da Conceição Pereira e Nivaldo da Costa Gomes – B.boy Perreu  e B.boy Zack (Breakzas). 

 

O espaço feminino também se garantiu na abertura na abertura com a participação da B.Girl A Piveta Bidi e da B.Girl Cacau Break (Soulta Crew/Salvador). O público fiel e muito empolgado celebrou o Dia das Mães  no palco do Vila. Na plateia, algumas mães e seus filhos comemorando em família.

 

Representantes de diversos municípios tiveram participação na Batalha de Break VIVADANÇA edição Bahia. No páreo, b.boys e b.girls de Salvador, Simões Filho, Lauro de Freitas, Chapada Diamantina, São Gonçalo dos Campos, Vitória da Conquista, Dias D’ D’Ávila e Valença.

 

Nessa 15ª edição do festival VIVADANÇA e  nesses 14 anos da Batalha, DJ Tupak, DJ Bandido, MC Feijão, grupo Fúria Consciente e os campeões de freestyle de edições passadas na categoria Batalha de MCs: Venuz Leenda (2021/on-line) e Mc Davi (2019/presencial) criaram a atmosfera da competição e instalaram o clima de confraternização do Movimento Hip Hop.

 

Nos intervalos, um rap ou aquele beat envolvente para embalar as famosas “cyphers”, as rodas de dança dos b.boys e b.girls. Na comissão julgadora, três jurados com reconhecida experiência na área, formada este ano por B.Girl Josy Pimenta e os B.Boys Zulu Adam e Borrachinha. 

 

Cm premiação para o 1º, 2º e 3º lugares, que recebem, respectivamente, R$ 2 mil, R$ 1,5 mil e R$ 1 mil reais, a Batalha de Break VIVADANÇA é coordenada por Thina Reis e Ananias Break, com direção de Cristina Castro e realização da Baobá Produções Artísticas.

 

O VIVADANÇA Festival Internacional é uma realização da Baobá Produções Artísticas. O projeto foi selecionado pelo Edital Eventos Calendarizados com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Em 2022 o Festival conta com a parceria institucional da Embaixada França, Consulado da França, Instituto Francês, Cine France, Embaixada da Espanha, Instituto Cervantes, Solo Tanz Theater Festival, Instituto Cultural Peruano Norteamericano (ICPNA), Cia Mangrove, MID (Movimento Internacional da Dança), Solos na Rede, Teatro Vila Velha, SESC, Casa do Benin (Fundação Gregório de Matos), Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) e Shopping da Bahia

VIVADANÇA is a place to celebrate dance and the diversity of movement. Throughout its 14 years of history, the festival has put Bahia on the spotlight as one of the main annual events in Brazil, promoting meaningful dialogues and cultural exchange.

logo-vivadanca-100px

VIVADANÇA is a place to celebrate dance and the diversity of movement. Throughout its 14 years of history, the festival has put Bahia on the spotlight as one of the main annual events in Brazil, promoting meaningful dialogues and cultural exchange.

regua-de-marcas-vivadanca1024_C

2021 – Vivadança International Festival