vivadança 2021 > cine áfrica

cine áfrica vivadança

narrativas da dança nos cinemas africanos

Em parceria com a Mostra de Cinemas Africanos, o VIVADANÇA Festival Internacional este ano exibe dois filmes africanos contemporâneos que têm o universo da dança como mote de suas narrativas. Com curadoria das diretoras dos dois festivais, Cristina Castro e Ana Camila Esteves, esta pequena seleção mostra um pouco de como o cinema de dois países africanos de língua oficial portuguesa pautam a dança dentro do audiovisual.

Os filmes estreiam dia 08 e 09 de maio de 2021 e ficam disponíveis gratuitamente por 48h na plataforma Sesc Digital.

Veja abaixo informações de cada um dos títulos e o link para acessá-los na plataforma.

Para lá dos meus passos Dir. Kamy Lara (Angola, 2019, 72 min)

ESTREIA dia 08 de maio 2021 às 20h

disponível por 48h

Durante a criação da peça (Des)Construção da coreógrafa Mónica Anapaz para a temporada de 2017 da Companhia de Dança Contemporânea de Angola, cinco bailarinos exploram os conceitos de tradição, cultura, memória, identidade, questionando a transformação e a desconstrução destes temas nas suas próprias vidas. A maioria deles – provenientes de outras províncias do país – traz consigo memórias e tradições ao se mudar para a movimentada, errática e frenética realidade da capital. 

Kmêdeus Dir. Nuno Miranda (Cabo Verde, 2020, 55 min)

ESTREIA dia 09 de maio 2021 às 20h

disponível por 48h

O filme gira em torno da história intrigante de um misterioso excêntrico sem-teto chamado Kmêdeus (“Comer Deus”) que morava na ilha de São Vicente, Cabo Verde. Para alguns, ele era um lunático, para outros, um artista. Mas para todos, ele era e ainda é um mistério. António Tavares, um importante dançarino contemporâneo de Cabo Verde, criou uma performance baseada na vida e no mundo interior de Kmêdeus. Ele nos leva em uma viagem por sua cidade natal, Mindelo, as músicas e filmes da ilha e a celebração de seu carnaval anual. Torna-se, assim, uma busca pelos aspectos fundamentais de uma das comunidades crioulas mais antigas do mundo.

O VIVADANÇA é um espaço de celebração da dança e da diversidade em movimento. Ao longo de 13 anos de história, o festival coloca a Bahia na rota de eventos calendarizados promovendo ricos diálogos e intercâmbios culturais.
logo-vivadanca-100px
O VIVADANÇA é um espaço de celebração da dança e da diversidade em movimento. Ao longo de 13 anos de história, o festival coloca a Bahia na rota de eventos calendarizados promovendo ricos diálogos e intercâmbios culturais.
regua-de-marcas-vivadanca1024_C

2021 – Vivadança Festival Internacional